top of page
  • Imprensa

Streamer é banido da Twitch por direitos autorais de músicas que ele detém

Escrito por Vika Rosa. Portal IGN.


Apesar de a Twitch realizar alguns banimentos sem muitas justificativas, desta vez um canal de música ao vivo que toca lo-fi 24 horas por dia recebeu ban. O único problema é que o streamer possui direitos autorais de todas as músicas e imagens que ele disponibiliza e tem documentos para provar. Ainda assim, a plataforma da Amazon rapidamente negou sua apelação.


.@TwitchSupport What exactly was the violation? What do I need to change to not violate TOS? There has been 0 discourse with me about why my appeal was denied. Just this confusing email. It would really help if you could be clear about what you're doing and why you're doing it. pic.twitter.com/pRoRSpCBmj
— cardboard_cowboy (@CardboardCowboy) June 8, 2023

O canal da Twitch, CardboardCowboy foi banido da plataforma por violar as regras de conduta ao transmitir músicas protegidas por direitos autorais nesta quarta-feira (07). Só que ele detém o direito dessas músicas e das imagens que apresenta. Ele tentou apelar entrando em contato com a plataforma, mas ela rapidamente negou.


Ele escreveu no Twitter: "Qual exatamente foi a violação? O que preciso fazer para não violar os Termos de Serviço? Não me explicaram por que minha apelação foi negada. Apenas este e-mail confuso. Ajudaria muito se vocês pudessem ser claros sobre o que estão fazendo e o motivo disso tudo."


Seus colegas streamers o defenderam e afirmaram que o ban veio sem motivo algum. Ao que tudo indica CardboardCowboy precisaria apresentar um documento para a plataforma que confirmasse que ele possui o direito e até mesmo assinar um contrato. Mas ele foi proibido de apresentar esses mesmos documentos porque... estava banido por tempo indeterminado.

Após 48 horas, na sexta-feira (09) a Twitch removeu o banimento e permitiu com que ele voltasse a transmitir. A plataforma ainda não comunicou nada para o público e CardboardCowboy não explicou se já apresentou o documento. O produtor de conteúdo não comentou muito sobre o assunto

bottom of page